Depressão masculina: como reconhecer?

March 20, 2018

 

Essa é uma história que aconteceu com um amigo de um amigo meu… Pelo menos é isso que eu gostaria falar com você agora. Mas não. Isso aconteceu comigo, com vários amigos meus e, não se espante se ela ocorrer contigo também.

 

Eu passei por um processo lento e doloroso de Depressão. Diferente do que imagina, meu corpo não denunciou com facilidade e as pessoas em volta não perceberam a minha solidão, angústia e tristeza interior.

 

Eu mesmo demorei para aceitá-la. Só tive noção do que estava acontecendo quando me vi isolado do mundo, sem perspectivas profissionais e sem a menor vontade de fazer porra nenhuma. Mas, o pior de tudo, só percebi quando tinha feito uma grande merda.

 

Por causa de preconceito, por medo de expor seus sentimentos ou mesmo por não ter conhecimento deste mal que atinge tantas pessoas, somente 10% conseguem ter acesso as estratégias de prevenção ou tratamento.

 

Existe até uma metáfora para caracterizar a depressão: se chama o grande cão negro (Black Dog). Ela foi usada pelo escritor inglês Samuel Johnson, em 1780, para descrever sua própria depressão e foi popularizada pelo primeiro-ministro britânico Winston Churchill, que também enfrentou o problema.

 

Tem até uma animação que tenta explicar a doença através da metáfora do Black Dog.

 

 

E por que a depressão afeta mais silenciosamente os homens do que as mulheres? Por puro preconceito e medo de que esta ‘doença de fresco’ arranhe sua masculinidade. Afinal, homem não chora e muito menos expõe seus sentimentos, não é?

 

Tristeza ou depressão?

 

Fazer o diagnóstico de depressão continua a ser uma ciência inexata. Este não é um tumor físico que você pode medir em centímetros, mas através da medição de humor.

 

Para um período de melancolia ser considerado um episódio depressivo, deve persistir por pelo menos duas semanas, e ser acompanhado por, pelo menos, cinco destes sintomas:

 

– O humor deprimido na maior parte do dia, quase todos os dias, como indicado por relato subjetivo (por exemplo, sente-se triste ou vazio) ou observação feita por terceiros (por exemplo, chora muito);

 

– Diminuição acentuada do interesse ou prazer em todas ou quase todas as atividades na maior parte do dia, quase todos os dias;

 

– Perda significativa de peso sem estar em dieta ou ganho de peso (por exemplo, uma mudança de mais de 5% do peso corporal em um mês), ou diminuição ou aumento do apetite quase todos os dias;
 

– Insônia ou excesso de sono quase todos os dias;

 

– Agitação ou retardo psicomotor quase todos os dias (observáveis ​​por outros, não meramente sensações subjetivas de inquietação ou de estar mais lento);

 

– Fadiga ou perda de energia quase todos os dias;

 

– Sentimentos de inutilidade ou culpa excessiva ou inadequada (que pode ser delirante) quase todos os dias (não meramente autorrecriminação ou culpa por estar doente);

 

– Diminuída capacidade de pensar ou concentrar-se, ou indecisão, quase todos os dias (por relato subjetivo ou observação por outros);

 

– Pensamentos de morte recorrentes (não apenas medo de morrer), ideação suicida recorrente sem um plano específico, ou uma tentativa de suicídio ou um plano específico para cometer suicídio;

 

O principal ponto crucial de qualquer um desses diagnósticos é responder se a sua depressão está o impedindo de ir trabalhar ou cuidar da sua rotina. Caso positivo, está na hora de procurar ajuda.

 

Sintomas da depressão em homens

 

Os homens apresentam sintomas diferentes dos das mulheres. As mulheres geralmente relatam a depressão com mais frequência, são sinceras quanto aos possíveis sinais e outros diagnósticos. Principalmente, elas buscam ajuda e informação.

 

Consequentemente, muitos homens com possível depressão não estão recebendo tratamento devido. O resultado pode ser o suicídio. Enquanto as mulheres são mais propensas a ficar deprimidas, os homens são mais propensos a se matar, por uma margem de mais de 4 para 1.

 

Enquanto muitos homens sentem sintomas de mau humor, falta de interesse em atividades normais, problemas para dormir etc., também é importante para eles observarem os sinais e sintomas de depressão muitas vezes exclusivamente masculinos.

 

Uma coisa a ter em mente quando você nos sintomas a seguir é que só porque você exibiu um ou mais deles não significa necessariamente que você está deprimido. É importante colocar os sinais no contexto dos outros critérios de depressão, tais como o tempo que você está manifestando o sintoma e se ele causa sofrimento significativo ou prejuízo à sua vida.

 

Também é importante notar que muitos dos sintomas abaixo podem realmente ser respostas saudáveis ​​para a depressão, se usados com moderação. Prudência e sabedoria devem, portanto, ser utilizadas ao verificar-se contra esses critérios. Em caso de dúvida, fale com um profissional de saúde mental.

 

AUMENTO DO USO DE ÁLCOOL E OUTRAS SUBSTÂNCIAS

 

Há um ditado comum quando se trata de melancolia nos diferentes sexos. Enquanto as mulheres ficam deprimidas, os homens bebem. E, de fato, uma resposta típica para os homens passando por um mau humor prolongado é ingestão excessiva de álcool e outras substâncias que alteram o comportamento, para diminuir seus sentimentos de desânimo.

 

Se você está usando esses tipos de substâncias mais do que você costuma fazer, pode ser um sinal de que você está deprimido.

 

DISTRAÇÃO E COMPORTAMENTO ESCAPISTA

 

Enquanto não há certamente nada de errado em tomar parte em atividades que distraiam de seu mau humor (na verdade, é recomendado como um método para amenizar sua depressão), isso pode se tornar um problema quando as distrações são de um tipo que impedem de viver uma vida próspera.

 

Distrações comuns às quais os homens recorrem quando se sentem deprimidos incluem assistir TV, jogar videogame e navegar na web. Se realizadas com excesso, podem realmente fazer você se sentir mais deprimido.

 

Em um estudo em que os participantes foram relatando momentos aleatórios durante o dia, foi pedido para informar sobre como estavam se sentindo. As pessoas que assistiam TV ou navegavam na web tinham o mais baixo estado de espírito, especialmente as que fizeram isso tarde da noite.

 

ABUSO DE PORNOGRAFIA

 

Outro tipo de distração recorrente aos homens deprimidos é a pornografia. Enquanto as boas sensações da masturbação vendo pornografia aliviam um humor baixo em curto prazo, esse hábito pode fazer mais mal do que bem com o excesso.

 

Estimular repetidamente sua produção de dopamina de uma forma artificial, mesmo com o uso excessivo de pornografia ou abuso de substâncias, leva à dessensibilização da dopamina. Uma pesquisa recente mostrou que a dessensibilização da dopamina pode causar depressão, o que faz sentido.

 

Um sintoma de depressão é a falta de motivação para fazer coisas que uma vez já lhe trouxeram alegria. A dopamina é o neurotransmissor de motivação e, por isso, se o seu cérebro fica resistente a ela, você vai buscar cada vez mais doses da substância, a todo custo.

 

COMPORTAMENTO WORKAHOLIC - EXCESSO DE TRABALHO

 

Relacionado a distrações e comportamento escapista, está o vício em trabalho. Em vez de mentir e viver de aparência em casa, alguns homens respondem ao seu mau humor colocando-se em horas extras no escritório.

 

Novamente, isto não é necessariamente uma resposta má à depressão. Concentrar-se em seu trabalho pode ser uma maneira saudável de amenizar seu black dog. Isso pode se tornar um problema, no entanto, se servir para encobrir outras facetas da sua vida, como as responsabilidades familiares e pessoais.

 

AMUADO E DISTANTE

 

Muitos homens deprimidos acabam se distanciando socialmente. E quando estão com pessoas em volta, eles vão estar de mau humor – apenas silenciosamente sentados lá enquanto o mau humor e as emoções irritáveis irradiam a partir deles.

 

IRRITABILIDADE E RAIVA DESCONTROLADA

 

Para os homens, raiva e depressão muitas vezes andam de mãos dadas. Melancolia para os homens pode ser melhor descrita não como uma existência inteiramente cinza, mas sim uma paisagem escura, às vezes pontuadas com flashes vermelhos. Pode não ser uma raiva aguda que faça você enfrentar qualquer um, mas um baixo nível constante de irritabilidade e mau humor.

 

DIMINUIÇÃO DO DESEJO SEXUAL

 

Homens deprimidos muitas vezes têm uma libido deprimida. Este poderia ser o resultado direto da perda da sensibilidade da dopamina, ou estar enraizado nos níveis de testosterona diminuídos, o que por sua vez, influencia na produção reduzida de dopamina (neurotransmissor que proporciona desejo sexual).

 

AUMENTO DE COMPORTAMENTOS EM SITUAÇÃO DE RISCO

 

Se você geralmente não é um tipo de procura de risco de cara, mas de repente se vê fazendo coisas como participar de jogos de azar, beber ao dirigir, andar de moto de forma imprudente etc., isso pode ser sinal de que você pode estar deprimido.

 

O último, e principal, conselho: seja sincero com você mesmo, reconheça suas falhas, seus problemas, e procure ajuda psicológica. (via MHM)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Em Destaque

Isso é liberdade

March 1, 2018

1/1
Please reload

Recentes

March 1, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Contato

Tire suas dúvidas pelo WhatsApp

Aline Banchieri 

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 2909

Sala 71 - Jardim Paulista

CEP 01401-002 - São Paulo

 

+ 55 11 98402-5851

  • Facebook Social Icon

© 2018 por Wix